GASPACHO FRESCO DE MELANCIA E TORRICADO DE SARDINHA

POR Figo Lampo

TEMPO TOTAL: 20 mins | DOSES: 2 | DIFICULDADE: Super Fácil

Preparação: 20 mins | Cozedura: 0 min

HISTÓRIA

Recuo uns bons anos atrás. A estes meses quentes de verão. Tantos e tão bons que a cada ano os recordo com maior saudade. 
Antes das 8h da manhã já pisava o areal. Eu e o meu avô. Éramos os primeiros a chegar. A avó ficava a preparar o almoço e juntava-se a nós mais tarde no toldo.  Aquele mesmo toldo que alugavam todos os anos. Dois paus brancos, numerados, aos quais se amarrava um pano com duas cordas de cada lado e que nos garantia a sombra todos os dias naquela praia. A nossa praia.
O avô trazia o seu banco, a toalha e o jornal. Um saquinho de plástico no bolso dos calções e a garrafa de água que muitas vezes voltava para casa cheia de conquilhas. Se a maré estava vazia era a primeira coisa que fazíamos. Tirava o saquinho do bolso e desafiava-me a ir até à beira-mar: "vamos à conquilha moça?”
Eu nem pestanejava, punha-me de pé num ápice e seguia-o aos saltinhos até à água. E era aí que, aos meus olhos de menina, começava a magia. Remexia a areia com os pés num movimento constante e abria caminho às conquilhas que íam ficando a descoberto. Apanhava aqui uma, ali outra, e corria atrás daquelas que as pequenas ondas arrastavam consigo. Nos dias em que abundavam, o avô chamava-me para apanhar as dele enquanto ele remexia a areia. E assim enchíamos o saquinho. Conquilhas e patinhas-de-burro abriam o apetite às refeições que avó preparava e que nestes meses quentes de verão se resumiam a gaspachos, saladas frias ou peixe assado na brasa.
Abertas em azeite e alho, perfumadas com coentros antes de irem para a mesa. Regadas com limão antes de chegarem à boca. 
Os anos passaram mas nestes meses de verão há memórias que se revivem a cada dia de praia. Se a maré está vazia os meus pés encaminham-me para o mar e como que mecanizados remexem a areia assim que a tocam e aos poucos o saquinho, que hoje levo eu no bolso, vai-se enchendo de conquilhas. 

INGREDIENTES E PREPARAÇÃO

2 Tomates
3 fatias Melancia
1 Cebola roxa
1 Dente de alho
1 Pimento vermelho
1 Pepino
1 Sumo lima
Azeite
Vinagre balsâmico
q.b. Flor de sal
q.b. Hortelã
6 Cubos de gelo
2 fatias Pão caseiro
q.b. Azeite
1 Dente de alho
4 Filetes de sardinha em conserva

Tire a pele e as graínhas dos tomates (grandes e maduros) e corte-os em pedaços. Coloque no copo do liquidificador. Junte a melancia (sem casca nem pevides) em pedaços, a cebola também em pedaços, o dente de alho e o pimento vermelho. 
Tempere com o sumo da lima, o azeite, o vinagre balsâmico, a salicórnia ou a flor de sal e as folhas de hortelã da ribeira. Junte o gelo. Bata tudo até obter um gaspacho liso e fluído. Retifique temperos.

Torre as fatias de pão. Pincele-as com azeite. Corte o dente de alho ao meio e esfregue-o em cada uma das fatias de pão. Corte cada fatia ao meio no sentido do comprimento e coloque sobre cada metade um filete de sardinha.
Sirva de imediato com o gaspacho. 

OUTRAS SUGESTÕES