MIGAS COM ENTRECOSTO

POR KEEPCALMCHEF

TEMPO TOTAL: 60 mins | DOSES: 1 | DIFICULDADE: Moderado

Preparação: 15 mins | Cozedura: 45 mins

HISTÓRIA

Esta receita remonta aos meus tempos de criança, quando naqueles dias frios e secos do inverno alentejano, a minha avó fazia este belo prato para me confortar e mimar o estômago.

Recordo que, desde a primeira colherada, o meu paladar rendeu-se por completo àquele sabor indescritível de alho e pão, semi frito e tostado, tão delicioso.

Acho que ficou, desde então, tatuado em mim, até que um dia, mais velho, comecei a querer saber como se fazia aquela pequena maravilha que era, apenas, confeccionada com coisas tão simples: pão, azeite, alho e água. O resto, os demais ingredientes, esses ficavam ao critério do gosto e da bolsa do cozinheiro (com ou sem carne de porco: o dito entrecosto). Seria fácil de executar? Demoraria muito tempo a ficar pronto? Qual seria o malabarismo para dar a volta àquela mistura crocante de pão e este voltar a cair, direitinho, na grande frigideira preta (que , aliás, só servia para as migas)? Tinha que saber tudo, tudo!

E assim foi. Junto da minha avó, que fazia este prato como ninguém, aprendi todos os passos e ainda tive o privilégio de descobrir alguns truques e dicas preciosos, sem os quais estas migas não seriam as da avó Tita.

INGREDIENTES E PREPARAÇÃO

4 Alho
Azeite extra virgem
10 fatias Pão
1 copo Água
3 postas Entrecosto
3 c. sobremesa Massa de pimentão
1 folhas Louro
1 Limão
4 rodela Laranja

Em primeiro lugar, vamos temperar o entrecosto e deixá-lo a marinar por alguns minutos para ganhar sabor.

Num recipiente, acrescentamos ao entrecosto 3 ou 4 colheres de sobremesa de massa de pimentão, 2 dentes de alho picados, um pouco de azeite para envolver, uma quantidade generosa de raspas de limão (apenas a parte amarela) e, por fim, uma pitada de sal (de preferência flor de sal e não exagerar, pois a massa de pimentão já contém sal). Deixamos repousar, enquanto vamos preparar as nossas migas!

Para fazer as migas, primeiro, cortamos o pão ligeiramente endurecido (nunca do próprio dia e de preferência alentejano) em fatias muito finas para permitir uma rápida e melhor absorção dos sabores.

De seguida, laminamos os alhos às rodelas finas e juntamos ao azeite numa frigideira anti aderente para fritar ligeiramente! - Aquando da ligeira fritura dos alhos (alourados, apenas), retiramo-los do azeite e reservamo-los.

Depois, colocamos as fatias de pão no azeite de forma a desenhar com elas um circulo e ,no final de cada camada, adicionamos uma parte dos alhos que tínhamos reservado, uma pitada de sal e um pouco de água bem quente. Repetimos este passo até acabar o pão e deixamos as migas em lume brando! À medida que vão tostando por baixo, começamos a virá-las, pacientemente, uma e outra vez, até estarem bem tostadinhas.

Então, é chegado o momento de as picarmos com a ajuda de um ou dois garfos e de as começarmos a envolver. Se estiverem muito soltas, adicionamos mais água e uma pitada de sal. Quando atingirem uma consistência pastosa, damos-lhe uma forma arrendada e deixâmo-las repousar na frigideira aproximadamente 10 minutos, em lume baixo, virando-as apenas uma vez mais.

Entretanto, vamos fritar o entrecosto em azeite e louro, retirando-o da nossa marinada, até a carne estar frita e apresentar uma bela e apetitosa crosta.

Quando estiver tudo pronto, junte as migas e o entrecosto e adicione umas rodelas de laranja.

Depois, "é comer e chorar por mais".

OUTRAS SUGESTÕES