TARTE DE REQUEIJÃO, PÊRA E FRAMBOESA

POR Figo Lampo

TEMPO TOTAL: 80 mins | DOSES: 10 | DIFICULDADE: Fácil

Preparação: 50 mins | Cozedura: 30 mins

HISTÓRIA

00h52. Fui à tua cama dar-te o beijinho de parabéns. O mesmo que te dou ano após anos, à mesma hora. Aquele que não te dei na hora em que te trouxe ao mundo. Nasceste de cesariana. Eu acordava uma hora depois da anestesia geral.

Nasceste há sete anos. E foi há sete anos que me escolheste para ser tua mãe. Sim, acredito que os filhos nos escolhem. Talvez seja essa a razão desta relação tão especial que construímos, desta conquista mútua dia após dia.
Sei que amanhã vais acordar cedo. Que vais correr para a minha cama e perguntar-me: "mãe, é hoje que faço anos?".

Neste dia é sempre assim. Não cabes em ti de tanta excitação. Tu e eu. Não é só mais um aniversário. É sempre O aniversário. É dia de celebrar.Sabes que celebrámos os teus seis meses? Ou melhor, celebrámos sempre cada mês até completares um ano. Mas aos seis meses permitimo-nos partilhar a nossa felicidade com a familia e amigos mais chegados.

Convidámo-los a nossa casa, preparámos um pequeno lanche, e eu e o pai fizemos aquele que foi o teu primeiro bolo de aniversário. Mesário, no caso. Decorámo-lo a quatro mãos com os teus bonecos preferidos. Bolo de iogurte. Curiosamente, aquele que viria a tornar-se o teu preferido e do qual não abdicas neste dia.

Vestias um vestido rosa velho de veludo e uma camisa rosa claro às bolinhas. Lembrança da avó de uma viagem recente a Paris. Os sapatos eram brancos. Esses mesmo que estão emoldurados no quadro de recordações dos teus primeiros passinhos. Parecias uma boneca.
Andaste de colo em colo. Distribuíste sorrisos com a tua doce e habitual simpatia. Repuxaste os laços dos presentes com uma curiosidade tão inocente quanto intrigante.

E os teus olhos pestanudos brilhavam. A cada movimento, a cada momento. E encheram-se de um brilho mágico quando te cantámos os parabéns.
Hoje fazes sete anos. Mais logo cantamos-te os parabéns e esse brilho vai inundar-te o olhar como naquele dia. Os teus e os meus.
Parabéns minha doce princesa!

INGREDIENTES E PREPARAÇÃO

145 g Farinha
70 g Farinha de amêndoa
1 c. chá Canela em pó
100 g Manteiga aos cubos
50 g Água
200 g Requeijão de ovelha
1 Ovo
70 g Açúcar
1 c. sopa Compota de framboesa
1 c. café Pasta de baunilha
100 g Farinha de amêndoa
3 Pêras
q.b. Framboesas
1 Sumo de limão

Num robot de cozinha coloque todos os ingredientes para a massa quebrada e misture uns segundos. Forme um pequeno rolo com a massa, envolva em película aderente e leve a frigorífico enquanto prepara o recheio.

Pré-aqueça o forno a 180º.
Com uma batedeira eléctrica bata o requeijão com o ovo e o açúcar até obter uma mistura cremosa. Junte a compota de framboesa e a pasta de baunilha e envolva bem. Adicione por fim a farinha de amêndoa e envolva com ajuda de uma espátula.

Retire a massa do frio e forre com ela uma tarteira quadrada.
Espalhe o creme sobre a base da massa da tarte.
Lave as peras, corte-as ao meio, retire-lhes o caroço e corte-as em fatias finas no sentido do comprimento. Regue-as com o sumo de limão para não oxidarem.

Disponha as peras fatiadas sobre o creme, aleatoriamente ou como exemplificado na foto. Termine com as framboesas. Leve ao forno durante cerca de 25/30 minutos ou até apresentar um tom dourado.

OUTRAS SUGESTÕES